fbpx

Natal | Trabalho temporário no Reino Unido

Trabalhar na altura do Natal no Reino Unido.

Share this post

Natal | Trabalho temporário no Reino Unido

Durante as férias de Natal a cidade enche-se de sorrisos, boa disposição, atividades e novas aventuras. Com o aumento destes fatores vem o aumento da oferta de trabalho, é realmente um período que gera o maior pico positivo de vendas no país inteiro, tanto que o mês de janeiro, em consequência deste fenómeno, é onde há uma queda drástica na economia britânica. Todo este “momentum” conjuga um grupo de condições que traz particular facilidade aos estudantes na generalidade arranjar trabalho.

É importante mencionar que estas condições que falo não retiram a necessidade de um bom currículo, boa apresentação e de facto estar em posse das características requeridas pelas empresas, contudo existe imensa oferta, com uma certa urgência para contratar e com disponibilidade para providenciar uma formação completa, mesmo aos que não têm o skill set completo.

Ana Moreira, estudante da University of SunderlandFalando da minha experiência, desde que me mudei para o UK em setembro de 2017, sempre passei o meu Natal em Inglaterra. Muitos dos meus colegas foram à casa durante este período, mas eu usei este momento para aproveitar este período de larga oferta de trabalho para poder poupar para o semestre seguinte. No meu primeiro ano em Newcastle, fui contratada no dia 12 de dezembro de 2017 para trabalhar no McDonald’s, onde ainda hoje trabalho, sei de imensos amigos em que aconteceu o mesmo que a mim, onde empresas recrutam com urgência e acabam por gostar da performance do empregado e alteram o contrato de Christmas Temp para part-time permanent worker. Isto dá azo a que nós estudantes tenhamos em conjunto com a nossa formação académica, um trabalho que nos faz desenvolver soft skills que sem dúvida alguma são transferíveis para qualquer que seja o setor ou área que desejamos para a nossa carreira, ao mesmo tempo que ganhamos uma certa estabilidade económica por estarmos num trabalho permanente e que nos dá um número perto de constante de horas de trabalho e por consequência um salário minimamente garantido.

Mas sim, o Natal é bastante importante e a saudade é inevitável, mas o que me fez mesmo feliz foi saber que a partir daquele momento poderia me sustentar completamente sozinha e aprender mais sobre uma cultura diferente. Passar o Natal no UK não significa passar o natal sozinho/a, eu e os restantes dos meus amigos que ficámos cá, decidimos fazer o nosso próprio Natal e foi uma das melhores experiências da minha vida. Na maioria das universidades há uma grande quantidade de estudantes europeus e internacionais, e todos enfrentam este mesmo obstáculo, portanto porque não ter a experiência de passar o Natal de uma forma diferente, com amigos portugueses, amigos do curso ou trabalho que possam estar na mesma situação?

Eu termino com um pequeno conselho, ficar em Inglaterra para passar o Natal não tem que ser negativo, existem 1001 opções disponíveis, e arranjar trabalho pode ser apenas o começo de uma grande aventura. O Natal a meu ver é uma altura de partilha, convívio e paz, e porque não partilhar estes valores com os amigos e colegas? Experimentem coisas novas, divirtam-se e aproveitem a vida, live the adventure!