Entrevista com João Oliveira | Anglia Ruskin University

João Oliveira, estudante da Anglia Ruskin University

Entrevista com João Oliveira | Anglia Ruskin University

A vida do João transformou-se completamente quando viu um anúncio da OK Estudante na internet sobre estudar no Reino Unido. Um ano após conhecer a possibilidade de obter as propinas 100% financiadas para estudar numa universidade britânica, candidatou-se na OK Estudante e iniciou o curso de Computer Science, na Anglia Ruskin University. Nos últimos dois anos, está a representar a universidade nas feiras e eventos promovidos pela OK Estudante e atualmente é embaixador oficial da OK Estudante na Anglia Ruskin University.

OK –  Como foi a tua adaptação e os teus primeiros dias?

JO – Foi difícil, porém, como a OK Estudante me proporcionou a oportunidade de visitar a universidade antes de entrar,  fiz imensos amigos, o que me permitiu sentir mais confortável quando cheguei ao UK.

OK – Qual foi o teu primeiro emprego? Demoraste muito tempo para encontrá-lo?

JO – O meu primeiro emprego foi num bar, o All Bar One, e demorei cerca de uma semana e meia para encontrar.

OK – Fizeste muitos amigos de lugares diferentes?

JO – Sim, fiz muitos amigos, não só ingleses mas também americanos, chineses, egípcios e outros.

OK – Porque achas que vale a pena estudar e viver no Reino Unido?

JO – O método de ensino no UK é muito mais orientado para o estudante-trabalhador, mas também é um ensino muito prático, o que é uma mais-valia para encontrar trabalho após acabar o curso.

OK – Atualmente, com o que trabalhas no Reino Unido?

JO – Nos meus últimos trabalhos tive de liderar pessoas, o que me permitiu adquirir mais skills de comunicação, mas também saber adaptar-me aos diferentes tipos de pessoas. Agora, trabalhando como embaixador da OK, tenho a oportunidade de ajudar centenas de estudantes que estão a chegar ao Reino Unido e que precisam não só de suporte, como de apoio emocional e ajuda para tratar das coisas.

OK – O que te surpreendeu na universidade?

JO – Várias coisas me surpreenderam. As instalações da universidade serem gigantes, o dinheiro que eles têm investido em tecnologia e as ferramentas de ensino, de maneira a proporcionar a melhor educação possível a todos os estudantes.

OK – Os professores corresponderam às tuas expectativas?

JO – Foram muito melhores do que eu estava à espera!  Todo o sistema é prático e focado na aprendizagem do estudante.

OK – Quais são as tuas expectativas para os próximos anos?

JO Encontrar um trabalho dentro da minha área e quem sabe tirar um mestrado no UK ou noutro país.

OK – Dá três dicas para os estudantes que vão embarcar este ano.

JO – Aproveitem o facto de estarem num país novo para se divertirem, explorar novos campos e conhecer pessoas de todo o tipo de culturas. Não trabalhem além do necessário, e de resto aproveitem todas as oportunidades que a universidade oferece durante o ano para desenvolvimento pessoal.

OK – O que dirias a um estudante que está indeciso se vai ou não para o Reino Unido?  

JO – Eu mostraria as oportunidades que estão disponíveis no UK e quanto o estudante se pode desenvolver não só a nível de carreira, mas também pessoalmente durante o seu tempo no UK.

 

Share this post